SUSTENTABILIDADE PRESENTE: MARCAS ABANDONAM O USO DE PELE ANIMAL

Por: Gabriela Chabaribery

O reconhecimento de que os recursos naturais são finitos tem abrangido grande parte da população, trazendo assim, visões e ideais mais conscientes em relação ao consumo. Atualmente, com o crescimento do aquecimento global e excesso de poluição, restou a humanidade encontrar alternativas para não agravar o impacto negativo causado ao longo dos anos. Com o auxílio da globalização e disseminação da informação o comportamento da população metropolitana foi transformado.

Sendo uma das maiores indústrias e mais poluentes, a área da moda vem sido perseguida por consumidores mais conscientes, sendo cobrada por alternativas mais ecológicas. Hoje em dia, alguns consumidores buscam se identificar com os valores das marcas, para assim consumir.

Com o avanço da tecnologia, a indústria da moda têm oferecido alternativas mais sustentáveis, porém, por tratar-se de uma indústria arcaica e complexa, seus passos têm sido lento.

Os últimos questionamentos à área de moda tem sido em relação a crueldade animal. A luta dos ativistas pelo bem estar animal e consumidores conscientes têm alcançado grande resultados, marcas grandes como Ralph Lauren, Prada e Chanel já anunciaram o fim do uso de pele animal para a coleção Outono/Inverno 2020, encontrando alternativas em outros materiais. E, outras marcas como Burberry, Gucci, Versace, Tom Ford, Giorgio Armani já tem apostado em materiais sintéticos.

Em Nova York, membros da Assembleia do Estado de Nova York, como Linda Rosenthal já apresentou projetos de lei que pretende proibir a venda e produção de pele animal.

A moda finalmente está voltada a um caminho mais ético?

A geração atual está muito ligada a questões sustentáveis e tem cobrado isso da indústria da moda. O uso de pele animal foi inicialmente uma questão histórica, pois o ser humano encontrou uma forma de se aquecer, no entanto, atualmente não existe mais a necessidade desse tipo de recurso para sobrevivência.

Além disso, o processo de curtimento para tornar a pele animal, que é uma matéria prima em decomposição, em couro ou pele, necessita de tratamentos químicos. Cerca de 90% das peles do mundo são curtidas com o agente chamado cromo, esse é extremamente poluente e acarreta problemas a saúde humana. Para mais, no beneficiamento da pele/ couro o elemento mais importante para a industria é a água, utilizada por grande parte da operação.

Quais são as alternativas?

A utilização de pele sintética não é o mais recomendado, isso porque em sua produção é usado micro plásticos, tonando-se insustentável. Porém, nos últimos dias, a estilista Stella McCartney trouxe a solução, com seu novo KOBA, pele ecológica que contém poliéster reciclado e pode ser reciclado no final de sua longa vida útil, ajudando a garantir que nunca acabe como desperdício e feche o ciclo da moda. O material é feito 37% por PLA proveniente do milho ou cana, e consome até 30% menos energia e produz até 63% menos CO2 do que os sintéticos convencionais. A estilista revelou um protótipo no desfile de verão 2020, usado por Natalia Vodianova e o material promete ser sucesso nas próximas coleções.

O couro será o próximo?

Segundo a Revista Normas “Curtir uma tonelada de couro costuma resultar de 20 a 80 m³ de água com concentrações de cromo de 250 mg/L e concentração de sulfeto de aproximadamente 500 mg/L. Usa-se pesticidas para reduzir o crescimento de fungos durante o transporte até o curtume e 70% da pele não tratada é descartada como lixo sólido. Os pelos, a gordura, a carne, os tendões vão direto para o lixo. A água usada para lavar o couro tem resíduos – pedaços de carne, pelos, bolor, cocô e outros subprodutos animais – que não é descartada de forma apropriada”

Com relação ao couro, as grandes marcas ainda não se pronunciaram,  já que as marcas de luxo dependem de seus artigos de couro para gerar lucro, porém, ainda sim, a torcida por essa mudança é grande.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s