Noção de impacto ambiental (ou falta)

Olá, tudo bem? O texto de hoje é uma crônica que vai te levar para conhecer um pouco sobre dois vizinhos e uma mudança de estilo de vida! Vem ver!

249721

Imagem do filme brasileiro “O Som ao Redor”

Certa vez Rafael foi até a frente de sua casa- localizada em um bairro de classe média da cidade de São Paulo- depositar uma sacola de lixo no local de costume, toda terça e sexta feira passava por ali o caminhão da coleta que ia direto para o aterro sanitário. Rafael notou que na calçada de sua vizinha do lado direito não haviam sacos para o descarte, pensou que ela poderia ter esquecido ou qualquer coisa do tipo. Na semana seguinte a história se repetiu e Rafael começou a ficar um tanto curioso, ao decorrer das três semanas seguintes o jovem de 28 anos passou a se pendurar pela janela esperando que alguma coisa descartável saísse daquela casa! Nada mudou. Sua vizinha não parecia descartar os próprios lixos. Intrigado, começou a observar sobre seu próprio consumo e a quantidade de sacolas descartadas semanalmente… a conta não “tava” fechando! Como era possível que ele jogasse fora quatro sacolas de supermercado cheias por semana e sua vizinha próxima a zero? Maria Fernanda chegava em casa numa quinta feira após o trabalho, e procurar suas chaves dentro da bolsa é abordada por alguém com o rosto familiar, era Rafael. Sem conseguir disfarçar o pequeno susto que levou, Maria pergunta se havia algo no qual ela poderia ajudá-lo. O homem contou sobre sua experiência de observar o próprio consumo e como ficou intrigado com a falta de descartes de Maria. A moça, muito feliz com o questionamento, explica sobre seu estilo de vida zero waste e como tomou a decisão de diminuir significativamente a sua produção de resíduos.

lixo-plastico

Rafael não pode deixar de se sentir culpado ao ouvir o relato de Maria. A garota de 22 anos contou que fez uma experiência de juntar e pesar todo o lixo descartado por ela e sua família durante uma semana nos fundos da casa, os resíduos eram descartados apenas uma vez por semana, e no final de um mês aconteceu uma revelação! Maria agrupou os sacos de lixo todos numa mesma foto e o resultado a deixou boquiaberta, as pilhas de lixo eram enormes e o peso total, se multiplicado, chegaria a quase 400 KG de lixo descartado por pessoa durante 1 ano!  A noção de impacto ambiental é MUITO importante, e a falta dela extremamente prejudicial! A partir daí Maria adotou um estilo de vida mais sustentável que evitava descartes de materiais não recicláveis, passou a produzir os próprios produtos de limpeza para casa, louça e roupas, frequentar feiras com sacolas e recipientes, para evitar as embalagens e sacolas plásticas e consumir itens de moda em brechós, dando novos ciclos de vida a roupas que antes seriam descartadas!

Nós do Repassa apoiamos iniciativas como as da Maria, e acreditamos que devemos nos responsabilizar por todas nossas ações e principalmente aquelas que impactam diretamente o meio ambiente e, consequentemente, a vida de outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s