Mês do Orgulho LGBTQIA+: fatos históricos, moda agênero e depoimentos

Por: Ana Paula Porto

Para trazer luz às pautas de aceitação e orgulho LGBTQIA+ tão necessárias, nosso time preparou conteúdos informativos e históricos em nossas redes sociais durante o mês de junho, em celebração ao Dia Mundial do Orgulho, 28 de junho, mas que valem para o ano inteiro. 

Isso porque, além de serem assuntos notórios e urgentes, temos o objetivo de promover discussões contínuas para que as transformações – por meio do conhecimento – comecem a acontecer. Afinal, acreditamos na educação como forma de combate à homofobia, destacando o respeito e a empatia sempre. 

Se você sempre nos acompanha por aqui, vai gostar de lembrar, inclusive, uma postagem que fizemos com dicas de filmes que nos trazem importantes reflexões e treinos de empatia acerca do tema. 

Agora, apresentamos ainda as datas marcantes para a comunidade LGBTQIA+, além de contextualizarmos mais sobre a moda agênero e trazermos as vozes dos nossos repassetes, que fecham este conteúdo com o maior estilo (e inspiração) possível. 

Vamos aprender mais juntos? 

Para começar, queremos narrar esta importante cronologia com os principais acontecimentos nesta linha do tempo que vai desde 1924, ano em que o primeiro grupo de direitos LGBTQIA+ foi estabelecido, até os momentos mais recentes, com comemorações virtuais tão valorizadas quanto as presenciais.   

Acompanhe conosco esta história que é, essencialmente, motivo de muito orgulho, igualdade e aceitação! 🏳️‍🌈 

1924 – O primeiro grupo de direitos LGBTQIA+ é fundado.

1958 – A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu a favor dos direitos LGBTQIA+ pela primeira vez.  

1969 – Acontece a revolta no bar Stonewall, em 28 de junho. 

1973 – A homossexualidade é retirada da lista de doenças mentais. 

1978 – O Jornal Lampião aborda a temática LGBTQIA+ pela primeira vez no Brasil.  

1992 – É fundada a primeira organização a favor de transgêneros no Rio, desencadeando, em 1995, a letra T na sigla.  

1995 – Acontece o primeiro ato a favor dos direitos da comunidade no Rio de Janeiro, em Copacabana, após a 17ª Conferência da Associação Internacional LGBTQIA+. No dia seguinte, o ato se estendeu em São Paulo, na Praça Roosevelt. 

1997 – Ocorre oficialmente a primeira Parada LGBTQIA+ em diversidades cidades do Brasil.  

2010 – A Argentina é o primeiro país da América Latina a aprovar o casamento igualitário.  

2011 – O primeiro casal homoafetivo consegue o reconhecimento de união estável no Brasil. Mas somente em 2013, o casamento é, de fato, legalizado no país.  

2015 – O casamento igualitário é legalizado em todo território nacional dos EUA. 

2016 – Barack Obama apoia publicamente os transgêneros e seus direitos identitários. 

2018 – Os transgêneros são retirados das listas de doenças mentais. 

2020 – Acontece a primeira Parada LGBTQIA+ virtual no mundo.  

Entendemos que ainda são necessários muitos avanços para a total conquista da igualdade e aceitação. Mas colaborar com a luta nos traz inúmeros motivos de imenso orgulho todos os dias do ano! 

O conceito de moda agênero existe há décadas. É relacionado ao uso de roupas feitas (e aceitas) para todos os tipos de corpos, sem limitações de gêneros e feitas essencialmente para seres humanos. 

Conheça mais sobre a história da moda que traz a fusão dos guarda-roupas masculinos e femininos, com peças versáteis para todos os tipos de corpos: 

Por último, mas não menos importante, e já pelo segundo ano consecutivo, queremos dar todo o espaço aos nossos repassetes para compartilharem suas histórias e experiências pessoais.  

A seguir, apresentamos alguns deles que trazem mensagens inspiradoras para que possamos construirmos uma sociedade mais igualitária, justa e com muito mais acolhimento. 💚 

O que achou do conteúdo? Compartilhe conosco aqui nos comentários 😊 

Fontes de pesquisa: sites Domínio Pop e Haco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s