Glossário: Termos básicos utilizados sobre moda ética

Atualmente, aos arredores dos praticantes de moda ética, muitos novos termos têm sido citados. E provavelmente, você já se pegou na dúvida sobre alguns termos que são usados por aí, não é? A grande maioria deles são em inglês e acabaram ficando conhecidos sem a tradução, algo muito comum na moda. Portanto, para você se familiarizar com algumas dessas palavras, resolvemos fazer um pequeno glossário de moda ética com as principais expressões usadas. Vem conferir:

A moda sustentável se baseia na preservação do meio ambiente em todas as suas etapas de produção, buscando sempre reduzir a quantidade de poluentes usados na fabricação dos produtos e minimizando a retirada de matérias-primas da natureza. A palavra sustentabilidade foi designada em 1987 na primeira conferência da ONU, na Suécia. Desde então, para praticar a sustentabilidade é imprescindível levar em consideração os aspectos sociais, econômicos e ambientais.

O termo Slow Fashion que significa “moda lenta”, foi  criado em oposição ao sistema de produção fast fashion (moda rápida). Esse movimento ressalta a importância de peças com qualidade e que são  duradouras. As roupas criadas a partir do Slow fashion possuem uma durabilidade física e são atemporais, sem seguir tendências passageiras. Para isso, as marcas que são construídas através do slow fashion, usam matérias primas de primeira linha e modelagens atemporais.

A palavra Moda Circular foi usado pela primeira vez na primavera de 2014, época em que o tema estava presente nas pautas das agendas políticas e ambientais na Europa. Esse conceito se baseia nos principais fundamentos da economia circular e do desenvolvimento sustentável, e está vinculada ao ciclo de vida de um produto, do design, à produção, transporte, armazenamento, comercialização e venda, bem como a fase de usuário e o fim de vida do produto. Visando utilizar racionalmente os recursos, nesse processo de Moda Circular não existe resíduos, pois tudo é continuamente aproveitado para uma nova etapa.

A palavra eco-friendly é um termo em inglês que traduzido significa “amigável ao meio ambiente”. Esse movimento é voltado na preservação do meio ambiente, através de alternativas instituídas durante o processo de produção dos produtos, estimulando também o consumo consciente. Por exemplo, algumas marcas trabalham com tecidos vegetais, tingimentos naturais, fontes biodegradáveis e  renováveis, sempre buscando saídas menos impactantes sob a natureza. E algumas pessoas usam ecobag, consomem produtos orgânicos e veganos, pensando no impacto que algumas industrias produzem sob o ecossistema.

A palavra Zero Waste significa “desperdício zero”.  Esse  conceito é pautado no aproveitamento correto dos diversos resíduos recicláveis e orgânicos. Na moda, quando a marca trabalha com esse conceito, isso demonstra que ela se preocupa em não gerar resíduos em todo seu processo, tanto na produção como na embalagem. Esse movimento tem como objetivo acabar com os resíduos que param em aterros sanitários, que promovem a poluição do meio ambiente.

A palavra upcycling não possui tradução para o português. E, esse método é constituído na ideia de reutilizar materiais para transformar e criar novos produtos. A técnica de upcycling é conhecida por unir criatividade e técnicas de design. Por exemplo, marcas que usam tecidos de guarda-chuvas para criarem casacos ou marcas que usam roupas para forrar sapatos; como a Insecta Shoes, são essas e outras que usam a técnica de upcycling.

A palavra cruelty-free, em português significa” Sem crueldade animal”. E esse movimento, é aquele que não causa danos aos animais durante a produção das peças. Na indústria cosmética, esse termo é usado para informar que o produto não foi testado em animais. É importante ressaltar que produtos titulados como cruelty-free, nem sempre são veganos, isso porque esse termo é aplicado em não causar danos aos bichos, entretanto, isso não impede que seja usado alguns ingredientes de origem animal.

O Fair trade que significa“troca justa” é um dos grandes pilares da sustentabilidade. Esse movimento tem como iniciativa a responsabilidade social e sustentabilidade dentro dos comércios.  Para um produto ser considerado fair trade é necessário seguir as normas estipuladas pelo Fair Labor Association (FLA), ou Associação do Trabalho Justo. Essas normas confirmam os salários justos, ambiente harmonioso e livre de assédio, estrutura correta e  segurança de trabalho. 

A palavra Greenwashing que em português significa “maquiagem verde” ou “lavagem verde”,  é uma estratégia de marketing que acontece quando as marcas criam uma falsa aparência sobre sustentabilidade. Promovendo discursos, anúncios, ações, documentos, propagandas e campanhas publicitárias sobre ser ambientalmente/ecologicamente correto, entretanto, na prática essas instituições e empresas não praticam o que pregam.

O conceito de minimalismo pode ser explicado como simplificar os modos de vida, através da eliminação dos excessos e mantendo apenas o que é necessário e essencial.

E aí, ficou na dúvida de algum termo que não citamos aqui? Comenta nos comentários e nos ajude a aumentar esse glossário de moda ética.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s