Fique por dentro dos termos da moda sustentável

Se você se interessa por moda sustentável e consciente, com certeza já ouviu e leu termos como upcycling, fairtrade ou até zero waste.

Por ser tanta informação pra digerir, é normal não estar ainda familiarizada com todos eles.

Por isso selecionamos os termos mais importantes e mais vistos para explicar um por um:

Moda Circular:   termo utilizado pela primeira vez em 2014 na Suécia, e logo posto em prática. É o movimento que exige que os produtos de moda sejam projetados com grande longevidade, eficiência de recursos, biodegradabilidade e reciclabilidade. Assim, os produto produzidos com esse proposito, devem prever a máxima utilização e circulação, para depois serem redesenhados para dar ao material e aos componentes uma nova vida útil.

Upcycling: prática de redesign dando uma nova utilizade, ainda como roupa, para peças e trapos de tecidos fora de uso, e seus componentes em geral. Geralmente, a sua função original é esquecida, trazendo uma nova ideia para um novo produto.

Slow Fashion: a contraproposta do atual cenário – Fast Fashion- o slow fashion surgiu como uma alternativa socioambiental mais sustentável no mundo da moda. Essa alternativa promove a consciência sociambiental, além de contribuir para a confiança entre produtores e consumires. Os preços são mais reais e incorporam custos sociais e ecológicos. A produção é entre pequena e média escala.

Fairtrade:  proposto pela Organização Mundial do Comércio (OMC), é um movimento definido como uma parceria comercial, baseada em diálogo, transparência e respeito, possuindo o objetivo de aumentar a receita dos produtores buscando maior equidade no comércio por meio de condições de troca e garantia dos direitos. Com ele é possível garantir a liberdade comercial independente das leis de mercado impostas pelos países desenvolvidos.

Lowsumerism: termo vindo da união de palavras low + consumerism, com o significado de

baixo consumo, ou consumo equilibrado. O conceito proposto incentiva consumir menos e repensar o consumo como um todo. Além disso, o movimento também aponta o consumo desmedido como o causador de diversos males do século, por incentivar a comprar objetos e até modos de vida com a promessa de nos sentirmos felizes. Assim, faz parte do movimento, pensar no impacto ambiental do que você consome também.

Zero Waste: traduzindo ao português, significa Desperdício Zero. Nesse conceito, a moda entra como um modelo de produção sustentável. O processo de design “zero waste” oferece uma alternativa de produção mais limpa, visando à minimização do desperdício já nas fases de design e modelagem, proporcionando nova abordagem ao desenvolvimento de produtos, tornando a produção mais limpa e diminuindo seus impactos ambientais, visando o conceito sustentável do slow fashion.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s