Consciência Negra: despertando a luta antirracista todos os dias

Redação Repassa

Os movimentos sociais, que atuavam pela igualdade racial na década de 70, como o Movimento Negro Unificado, no Brasil, deram início ao termo Consciência Negra – símbolo da luta, da resistência e da não inferioridade da negritude – de forma a posicionar as pessoas negras com seus devidos valores e lugares na sociedade. 

O dia 20 de novembro foi escolhido por trazer a representação de Zumbi dos Palmares, maior líder do Quilombo dos Palmares, morto no mesmo dia no ano de 1695. O Quilombo dos Palmares foi considerado o maior e mais duradouro dos quilombos, durante cerca de 100 anos, com localização no atual estado do Alagoas. 

Ao lado de Zumbi, também estava sua esposa Dandara, destaque na liderança feminina negra presente no movimento. Importante lembrar ainda que haviam muitos outros quilombos menores, que lutavam e encontravam meios para transformar a situação de escravidão que estavam inseridos. Mesmo com o passar do tempo, por serem temas enraizados, as lutas ainda não acabaram. 

Resistência e educação para luta antirracista 

Nós também acreditamos que estas discussões devem ser contínuas e, ao promovê-las, possamos estabelecer transformações estruturais e despertar a percepção e educação no combate ao racismo todos os dias. 

Por isso, a seguir, listamos recomendações de livros, filmes e séries escolhidos pelo nosso time, para que você possa se inspirar e inspirar aos que estão ao seu redor nesta ação de resistência e consciência junto com cada um de nós. 

Livros: 

  • Ensaios sobre Racismo: Manifestações Modernas do Preconceito na Sociedade Brasileira, por Tulio Kahn 
  • Escravidão, por Laurentino Gomes 
  • Racismo Estrutural (Feminismos Plurais), por Silvio Almeida 

“Devemos aprender com a história do feminismo negro, que nos ensina a importância de nomear as opressões, já que não podemos combater o que não tem nome. Dessa forma, reconhecer o racismo é a melhor forma de combatê-lo. Não tenha medo das palavras “branco”, “negro”, “racismo”, “racista”. Dizer que determinada atitude foi racista é apenas uma forma de caracterizá-la e definir seu sentido e suas implicações. A palavra não pode ser um tabu, pois o racismo está em nós e nas pessoas que amamos – mais grave é não reconhecer e não combater a opressão”. (Djamila Ribeiro, no livro Pequeno Manual Antirracista) 

Livros escritos por mulheres negras: 

  • Cidadã de segunda classe, por Buchi Emecheta 
  • Mulheres, Raça e Classe, por Angela Davis 
  • O feminismo é para todo mundo: políticas arrebatadoras, por bell hooks. 
  • O perigo de uma história única e Meio Sol Amarelo, ambos de Chimamanda Ngozi Adichie 
  • Olhos D’água, por Conceição Evaristo 
  • Pequeno Manual Antirracista, por Djamila Ribeiro 
  • Quarto de despejo, por Carolina Maria de Jesus 
  • Tornar-se negro: As Vicissitudes da Identidade do Negro Brasileiro em Ascensão Social, por Neusa Santos Souza. 
  • Ursula, por Maria Firmina dos Reis 

Para ler com as crianças:  

  • Amoras, por Emicida 

Filmes: 

  • 12 anos de escravidão (2014) 
  • A cor púrpura (1985) 
  • Corra (2017) 
  • Estrelas além do tempo (2016) 
  • Green Book: O Guia (2018) 
  • Infiltrados na Klan (2018) 
  • Pantera Negra (2018) 
  • Queen & Slim (2019) 
  • Selma: Uma Luta pela Igualdade (2014) 
  • Histórias Cruzadas (2011) 
  • Raça (2016) 

Filmes e séries para maratonar, disponíveis na Netflix: 

Filmes: 

  • American Son (2019) 
  • O ódio que você semeia (2018) 
  • Bem-vindo a Marly-Gomont (2016) 

Séries: 

  • The Get Down (2016) 
  • Dear White People (2017) 
  • Olhos que condenam (2019) 
  • Afronta! (2018) 
  • Sangue e Água (2020) 

Pensou em alguma outra indicação? Compartilhe com a gente nos comentários. 

Fontes: sites Mundo Educação UOL, Brasil Escola, Toda Matéria, Educa+ Brasil. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s