Slow Down Fashion uma plataforma de moda consciente

bem comum, moda, sustentabilidade

Guia de marcas e projetos locais e inovadores que estão alinhados aos valores do movimento Slow Fashion

post-insta-slow-down-fashion

O site Slow Down Fashion é uma plataforma que reúne marcas e projetos da indústria da moda que tem em comum a preocupação com o meio ambiente e com as relações justas de trabalho, comércio e consumo.

O site já conta com a participação de mais de 60 marcas e projetos brasileiros e pretende tornar-se mais do que um guia de compras, mas abrir também um espaço para discussões sobre o tema. E o Repassa já faz parte desta causa : )

As marcas participantes do guia utilizam técnicas de tingimento natural, algodão orgânico, customização de peças descartadas e roupas atemporais, feitas para durar muito mais do que uma coleção. A indústria da moda baseada no fast fashion apresenta uma dinâmica de produção e consumo desenfreados, gerando desde um grande impacto ambiental até escândalos envolvendo terríveis condições de trabalho.

Na contramão desta realidade,  surge o movimento  Slow Fashion criado pela britânica Kate Fletcher. Segundo a especialista,  a indústria da moda vai muito além da simples confecção e venda de roupas. É necessário entender toda a cadeia matéria-prima usada, o estímulo a produção local, condições adequadas de trabalho e a quantidade de peças consumidas e descartadas também devem ser levados em conta.

A criação da plataforma Slow Down Fashion surgiu das buscas e dilemas da empreendedora Michelle Narita. Após um tempo vivendo em Barcelona, ela começou a repensar o seu estilo de vida e o modo como a sociedade consome. Logo recebeu o apoio da jornalista Luciana Rego e da publicitária Débora Ambar, que também compartilhavam dos mesmas inquietações.

As três sócias se conheceram no ambiente de trabalho, em uma tradicional empresa brasileira. “Sempre tivemos essa veia empreendedora e queríamos agregar ao nosso projeto algo que fosse além de um simples negócio, mas que ajudasse as pessoas a consumir de forma mais responsável”, explica Narita.

Acreditamos que o tema da moda sustentável ainda tem um campo bastante fértil para se desenvolver. “Criar uma plataforma em que possamos dar destaque a quem já está fazendo a diferença é exatamente o que buscamos. Além do site, estamos lançando o nosso blog para potencializar ainda mais esses temas na sociedade brasileira”, conta Luciana.

Débora Ambar finaliza que cabe ao consumidor questionar as marcas que escolhe comprar. “Às vezes fazemos escolhas pautadas pelo preço mais baixo das peças, sem nos darmos conta que alguém está pagando muito caro por isso”.

Conheça o projeto Slow Down Fashion!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s