Conheça a historia da fotografia de moda

Por: Gabriela Chabaribery

No dia 19 de agosto é celebrado o dia mundial da fotografia. O Repassa como e-commerce de moda sustentável, necessita das fotografias de moda para conseguir vender e divulgar seus produtos. Por isso, nesta semana, queremos contar para você um pouquinho da trajetória dessas fotos de moda e produções que nem sempre existiram e estão mais próximas do nosso passado do que você imagina.

A história da fotografia de moda, está totalmente ligada às revistas de moda. E a evolução das duas percorreram por trajetórias bem parecidas.

Em meados de 1900, com o fotógrafo Edward Steichen e o Barão Adolf Meyer, foi criada as primeiras fotografias de moda. Até então, as revistas e catálogos utilizavam de ilustrações, sem cenários e poses inusitadas. O pioneiro Barão Adolf de Mayer fez sua primeira foto de moda para a Vogue no início do século XX. E em 1932, é publicada a primeira fotografia de moda colorida, também na Vogue, uma garota de maiô, segurando uma bola de praia, fotografada por Edward Steichen. Para ambos, a fotografia de moda precisava passar a ideia de um sonho.

Depois de 1930, a fotografia de moda se tornou um gênero visual com linguagem própria. Até os meados dos anos 60, as modelos usadas não eram celebridades, e as fotografias não se pareciam em nada com o que conhecemos atualmente. Mas, com o crescimento do nicho, modelos importante e celebridades passaram a posar para as fotos.

Depois de 1930, a fotografia de moda se tornou um gênero visual com linguagem própria. Até os meados dos anos 60, as modelos usadas não eram celebridades, e as fotografias não se pareciam em nada com o que conhecemos atualmente, com o crescimento do nicho, modelos importante e celebridades passaram a posar para as fotos.

Além disso, com o surgimento de estilistas como: Christian Dior, Hubert de Givenchy e Balenciaga que transformaram algumas vestimenta feminina, as fotos tornaram-se cada vez mais almejadas. Principalmente por influência dos fotógrafos Helmut Newton e David Bailey, assim aos poucos foi se dando maior foco para as modelos e roupas usadas.

Em 1990, Peter Lindbergh foi chamado para fotografar a nova mulher dos anos 90. E o fotógrafo informou que seria impossível, pois o conceito de beleza havia se ampliado, e não poderia ser representado apenas por uma mulher loira dos olhos azuis. As mudanças já eram perceptíveis, assim nesse mesmo ano é lançada umas das capas de moda mais icônicas de todos os tempos, considerada um marco do nascimento das supermodelos. 

Com o passar dos anos, as fotografias de moda se tornaram parte do cotidiano das pessoas, sendo vistas por revistas, televisões, redes sociais, jornais e outras mídias. Hoje, é comum encontrarmos reproduções de fotos famosas em muitas contas do instagram e pinterest. E os famosos editoriais, além de venderem e se comunicarem com as pessoas, possuem também um papel político e filosófico.

Aqui no Repassa, amamos produzir editorias e still para vocês, e tudo que usamos está disponível no site, que sempre está recebendo novidades, veja alguns deles:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s